Daimoku de prática, Daimoku de fé 

No outono de 1996, o Senhor T, que tinha uns quarenta anos, passou por uma cirurgia por um tumor no cérebro. Os cirurgiões não puderam remover todo o tumor. Sua esposa entrou na SGI com a esperança de uma recuperação rápida de seu marido. 

No verão de 1997, as dores-de-cabeça e os enjôos do Senhor T pioraram e ele começou a ter convulsões constantes. 

Os doutores disseram à Senhor T que, embora o tumor não se tivesse espalhado, ele sofria esses sintomas porque havia um acúmulo de água em seu cérebro e que era necessário remover o líquido. O Senhor T quase não podia andar e sua fala era limitada a poucos sons. 

A Senhora T disse ao seu responsável de distrito que ela estava orando pela recuperação de seu marido por um ano, mas que ele não estava melhorando. Esse responsável falou com um membro da Divisão das Enfermeiras. A enfermeira disse: "o fato que o tumor não se tenha espalhado já é um benefício do Daimoku. Isso é realmente notável. As perguntas da Senhora T, sobre se ele vai recuperar-se são simplesmente barreiras que ela criou em sua própria vida. Mas não há barreira, não há limite para o grande poder do Daimoku. Agora é o momento em que ela precisa oferecer uma forte oração! O assunto é superar qualquer sentimento de confusão ou dúvida, e oferecer uma oração de coração cheio com a maior determinação e o maior fóco possíveis. 

Ela deve orar de forma a mandar um "raio" de Daimoku para a área afetada.

Quando o responsável de distrito contou o que a enfermeira lhe havia dito, a Senhora T se sentiu com mais forças. Aquela noite teve uma mudança no estado do Senhor T. Ele começou a produzir mais urina, e um fluxo contínuo de lágrimas e de muco começou a sair de seus olhos e de seu nariz uma quantidade tão grande que seu travesseiro ficou encharcado. 

Isso continuou por três dias. No quarto dia, ele mostrou surpreendentes sinais de recuperação. Ele pôde ter conversas normais com os membros de sua família e andar só. Os médicos ficaram surpresos com essa mudança em sua condição e lhe fizeram mais exames. Eles concluíram que ele se tinha recuperado completamente e que a cirurgia não era mais necessária. 

O Senhor T recuperou-se completamente. Vendo isso, seu filho, na sétima série, disse: "O Daimoku é incrível. Quero também entrar na Soka Gakkai. Quero começar agora mesmo". Ele falou com sua irmã, que estava ainda no primário, para que ela praticasse o Budismo, e os irmãos entraram juntos. 

[Esse relato de experiência está no "Living Buddhism" de outubro, páginas 27 a 29. Faz parte do "Dialogue on the Lotus Sutra" (Diálogo sobre o Sutra de Lótus)]