Esmeralda num estábulo 

Cada ano novo tem uma limpeza geral no centro budista comunitário. Minha mulher (Kathy) ficou trabalhando no quintal com uma mulher (Lydia) que ela não conhecia. A mulher usava um anel com uma grande pedra verde. 

Kathy disse: "que belo topázio!" 

A mulher disse: "Não, não é um topázio, é uma esmeralda". 

Kathy pensou que uma esmeralda tão grande devia ser muito cara. Esse pensamento deve ter aparecido no seu rosto, porque a Lydia se sentiu na obrigação de explicar. 

Lydia ama as jóias, mas por muito tempo ninguém lhe deu nenhuma. Ela até morou com um joalheiro, mas ele nunca lhe deu nenhuma peça de joalheria. 

Ela tinha um prédio. Depois que um dos locatários saiu, ela o alugou para um homem (Jim), que tinha um mestrado mas estava desempregado. Era preguiçoso e passava o dia fumando maconha. 

Ela o apresentou ao budismo e ele começou a recitar Daimoku. Logo depois ele achou um emprego mal-pago limpando estábulos numa reserva natural federal. 

Um dia ele percebeu uma placa de metal no muro, e pergunto para que servia. Foi-lhe dito que antes os estábulos eram o lugar em que os escravos "difíceis" eram presos com correntes nas pernas. 

Cada vez que ia limpar os estábulos, imaginava a agonia que aqueles muros tinham contido. 

Sentiu-se deprimido. 

Sentiu-se oprimido. 

Quando ele trabalhava nos estábulos, recitava Daimoku. Recitava para uma "cura" do local. Ele começou a pensar numa maneira de fazê-lo. 

Ele foi para o diretor e sugeriu que a Reserva organizasse um evento em honra dos escravos que tinham sido presos naquele lugar. Sugeriu que as canções, sons, danças e comidas da África fossem apreciados naquele dia. 

O diretor acho que era uma idéia maravilhosa. Ele e o conselho escolheram um fim-de-semana inteiro. Entraram em contato com cursos de Estudos Negros. Entraram em contato com igrejas. 

Tudo estava pronto, quando a comunidade que estava próxima da reserva decidiu que não queriam nenhum "nego" invadindo seu pequeno pedaço de paraíso. Eles tinham pago muito dinheiro para ter a reserva como seu quintla. Eles não queriam dividir sua quintal com os "negos". Começaram a pregar papéis nos postes que diziam que o crime iria aumentar se a reserva deixasse entrar "negos" no local. 

Jim foi chamado para articular e defender as ações da reserva. Ele recebeu ameaças de morte. Alguns dos membros do conselho que o tinham apoiado começaram a mudar de idéias. A gota d'água foi quando um distinto professor de Botânica da comunidade foi contrário ao festival africano. Todo o plano para um festival começou a desfazer-se. 

Quanto mais Jim recitava daimoku, mais ele sabia que estava certo. Foi para a casa do professor para explicar seu ponto de vista. O professor pediu que ele fosse embora e lhe disse que não deixaria que sua propriedade perdesse valor por culpa das classes mais baixas. 

Jim sentiu-se derrotado pelo mal. Em vez de chorar ou fumar maconha, foi diretamente para a casa e começou a recitar daimoku até que resolvesse seu problema. O telefone tocou. Ele decidiu deixá lo tocar, continuou a recitar. No momento em que soube exatamente o que fazer, o telefone tocou de novo. O professor tinha chamado para pedir desculpas. Uma das paixões do professor eram as plantas trazidas da África pelos escravos. Ele tinha uma seção do seu jardim dedicada a essas plantas. Mais ou menos meia hora depois que Jim foi embora, o doutor sentou-se para comer algumas das frutas que haviam nascido em seu próprio jardim. Eram deliciosas. Foi naquele momento que ele percebeu como tinha errado. 

A primeira vez que chamou Jim ninguém respondeu. Ele esperou um pouco e chamou de novo. Depois de pedir desculpas, ele ofereceu algumas de suas sementes para serem plantadas por meninos afro-americanos para que eles pudessem ter uma conexã com os que tinham vindo antes deles. 

O festival foi um grande êxito. Não teve crime. Não teve acidentes. O comércio floresceu na cidade naquele fim-de-semana. As pessoas da comunidade adoraram o evento e aprenderam muito. 

Quando o diretor quis aposentar-se ele pediu ao Jim se ele queria tornar se o novo diretor. A votação foi submetida ao conselho. Foi por unanimidade. Jim tornou se o novo diretor. 

Quando Jim pediu Lydia em casamento, deu para ela seu primeiro anel. A pedra principal era uma esmeralda bem grande. Tinha sido o anel de noivado de sua avó. 

Depois, ele deu para ela outro anel. Só de ouro.